sexta-feira, 13 de novembro de 2009

CAMINHADA PELO CENTRO HISTÓRICO DE ARACAJU II


Parte superior do Mercado Antonio Franco.


Alunos e o famoso Sanfoneiro "Zé Américo de Campo do Brito" - Mercado Antonio Franco.


Beco do Cocos.




Alunos no Beco dos Cocos.



Praça General Valadão - Antigo Prédio da Alfândega.




Alunos na Praça General Valadão - Ao fundo o antigo Hotel Palace.




Alunos na Travessa Deusdeth Fontes - Antigo Beco do Açúcar.



Alunos nas dependências da Antiga Escola Normal.




Alunos interagindo com um vendedor de livros usados - Praça Olimpio Campos.



Alunos no Parque Teófilo Dantas.



Alunos na Ponte do Imperador.



Alunos na Ponte do Imperador.



Professor José de Oliveira e alunos na Praça Fausto Cardoso.



Fotos: José de Oliveira B. Filho




Os alunos da 7ª série do CAIC-Ministro Geraldo Barreto Sobral - Bairro Industrial, tiveram uma aula diferente. Ao invés de permanecerem na sala de aula, eles, juntamente com o Professor José de Oliveira(História e Sociedade e Cultura), nesta sexta-feira (13/11), fizeram uma caminhada pelo Centro Histórico de Aracaju, tendo como ponto de partida a Praça Fausto Cardoso, passando pela Ponte do Imperador, Praça Almirante Barroso, Praça Olimpio Campos, Parque Teófilo Dantas, Antiga Escola Normal, Rua João Pessoa, Rua Laranjeiras, Praça General Valadão, encerrando nos mercados Antonio Franco e Thales Ferraz. Através dessa caminhada eles puderam conhecer as primeiras edificações da cidade, bem como um pouco da sua evolução urbana através das décadas.

2 comentários:

"Vinicius" disse...

Parabens ao professor e aos alunos do CAIC. Aprendi com o turismo que para amar algo precisamos conhecer e, receber bem o turista que nos visita passa por esse conhecer/amar a nossa terra e nossas coisas. Iniciativas como essa deveriam ser reproduzidas o bri ga tó ri a men te em todas as escolas , em todas as classes.
Que Deus os abençoe.

milton disse...

Eu tenho saudadede Aracaju no passado,lembro-me do hotel Marozzi q teve de dar passagem a progresso e ao moderno e lamentavelmente muitas arquiteturas clássicas foram desfiguradas sofrendo ua repercurção comercial como é o caso do colégio N. S. de Lourdes e o Beco dos Côcos q foi uma área de boemia dos notívagos deveria sofrer séria revitalização pois é histórico e shows de streep q houve naquelas épocas q eu alcancei egastei dinheiro. Na av. João Ribeiro existe um prédio parecendo ferro de engomar e q até permanece em atividade e eu como um grande saudosistas daquelas épocas ainda vou uma tarde lá p,ra bebericar uma "loura suada", mesmo eu com a idade avançada como estou hoje. è o dizer do livro de Murilo Mellins em Aracaju como vi e vivi "...é uma saudade q corroi o coração da gente...."